Informativo

O que é AIDS?

O que é AIDS?

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 

A AIDS é um processo de destruição do sistema imunológico, que é um conjunto de células que defendem o corpo contra infecções e alguns tipos de câncer. Por isso os doentes de AIDS apresentam uma grande vulnerabilidade a infecções por germes chamados oportunistas, que para eles são fatais. O nome do vírus adotado oficialmente é HIV, ele pode ser de dois tipos: o HIV-1 , responsável pela quase totalidade dos casos e o HIV-2, que é bem mais raro e produz uma forma um pouco menos agressiva da doença.

Sintomas

Maioria das pessoas não apresentam nenhum sintoma logo após ter sido contaminada pelo vírus, mas mesmo sem sintomas , essa pessoa pode transmitir o vírus para outras pessoas. Duas a quatro semanas depois do contato com o vírus, é possível que ocorram febre, diarréia, cansaço, falta de ar, aumento dos gânglios linfáticos nas axilas, pescoço e virilha, manchas avermelhadas na pele, "sapinho" e uma série de sintomas que podem aparecer em outras doenças, como a mononucleose. Por isso, somente um diagnóstico médico é capaz de indicar se a pessoa tem realmente a doença. Uma ou duas semanas os sintomas desaparecem, mas o vírus continua a se reproduzir no corpo. Depois de um tempo a pessoa começa a emagrecer e a enfraquecer. Uma vez instalada a doença é fatal.

Transmissão

O contágio ocorre principalmente através de esperma, sangue , leite materno e secreções vaginais, que entram em contato com o sangue de outra pessoa através de lesões na pele ou mucosas. Portanto a infecção pode acontecer nas relações sexuais, transfusões, gravidez, parto, amamentação e uso de agulhas e outros instrumentos contaminados. Existem pessoas infectadas há mais de 15 anos que ainda não desenvolveram a doença. Não se sabe ainda por que; talvez elas sejam resistentes ao vírus da AIDS.

Não se contrai AIDS através:

• De convivência social ou familiar, apertos de mão, abraços ou beijos;
• De animais e insetos;
• Do uso do mesmo banheiro; transporte coletivo; ambiente de trabalho;
• De objetos, inclusive talheres, copos ou roupas;
• De sexo seguro.

Diagnóstico

Tanto os doentes como os portadores assintomáticos podem ser identificados através de testes em amostras de sangue. O teste mais usado é o Elisa, e o mais preciso é o teste Western-Blot.

Prevenção

A melhor prevenção contra a transmissão da AIDS por via sexual é o uso de preservativo masculino ( camisinha). Para prevenir-se contra a transmissão por via endovenosa (sangue) é necessário controlar os bancos de sangue e utilizar apenas seringas ou agulhas descartáveis. As mulheres contaminadas não devem ficar grávidas.

Tratamento

Ainda não existe cura para a AIDS, mas medicamentos como o AZT, DDL, DCD, que inibem a enzima transcriptase reserva, e os chamados inibidores de proteases (outra enzima de vírus) prolongam a vida do paciente e melhoram sua condições de existência. Os doentes devem ter atendimento médico constante, para se houver uma infecção, possam ser identificadas rapidamente, e tratadas com os antibióticos corretos. As vacinas contra a AIDS ainda estão em experiência, pois a mutação do vírus é muito grande.

 

A MasterMed

Acreditamos que ao longo de nossa existência (a MasterMed foi fundada em 1995), muito contribuimos para a detecção e prevenção das doenças ocupacionais, monitorando a saúde dos colaboradores de nossos clientes.

Últimos Artigos

/* Facebook Social Plugin */